Está disponível a sétima edição (2017) – atualizada e ampliada – do livro ATIVIDADE FÍSICA, SAÚDE E QUALIDADE DE VIDA


             
 Nesta edição, com 362 páginas, foi incluído um capítulo que trata das questões 
fundamentais da qualidade de vida na perspectiva da pessoa com deficiência.

      


Preço por exemplar: R$ 45,00 (mais as despesas de correio)

Como adquirir:
(1)   Diretamente com o autormarkusnahas@gmail.com

(2)   Representante para a região Nordeste:

RENATA STORINO - renatastorino@gmail.com 
fone: (81) 4141-4233 ou (81) 99602-4771 


       SUMÁRIO


    INTRODUÇÃO
1. A Era do Estilo de Vida
2. Atividade Física, Aptidão Física e Saúde
3. Aptidão Cardiorrespiratória: Disposição para a Vida
4. Aptidão Musculoesquelética: Forca e Mobilidade
5. Composição Corporal, Excesso de Peso e Saúde
6. Orientações Gerais para a Prática de Exercícios
7. Promoção da Atividade Física: Indivíduos, Grupos Especiais e Comunidades
8. Educação para um Estilo de Vida Ativo nos Programas de Educação Física
9. Lazer Ativo e Qualidade de Vida do Trabalhador
10. Envelhecimento Ativo
11. Qualidade de Vida e a Pessoa com Deficiência
12. Qualidade de Vida: O Fator Nutrição
13. Qualidade de Vida: O Fator Estresse
14. Escolhas e Decisões para uma Vida com Qualidade
     Fontes de Consulta
     Anexos

       PREFÁCIO DA OBRA


As grandes transformações observadas nas últimas décadas provocaram mudanças sociais e na saúde, individual e coletiva, jamais imaginadas.
O perfil atual dos problemas de saúde faz com que a promoção de estilos de vida ativos (e saudáveis, em geral) seja valorizada e colocada como uma das prioridades da Organização Mundial da Saúde. 
O vertiginoso crescimento populacional, o aumento na expectativa de vida e a grande concentração nas áreas urbanas fizeram com que as questões relativas ao estilo de vida ganhassem destaque, tanto na área da promoção da saúde quanto nas políticas de lazer e mesmo na perspectiva de sustentabilidade do planeta.
O processo de promoção da saúde envolve, necessariamente, políticas públicas que apoiem seus pressupostos. A partir daí, contribuem a educação, a criação de oportunidades, além de redução de barreiras (ambientais ou regulatórias) na vida das pessoas e comunidades.
Em particular, os benefícios potenciais da atividade física (na forma aguda ou crônica; praticada de forma contínua ou acumulada; em níveis moderados ou vigorosos; individualmente ou em grupo) estão razoavelmente estabelecidos e são do conhecimento da grande maioria das pessoas. Há, entretanto, uma clara dissonância entre crença e prática, o que remete a outra clássica questão na área da atividade física relacionada à saúde: Por que quase todas as pessoas reconhecem o valor da atividade física, mas a maioria não é regularmente ativa?
De fato, uma parcela significativa da população não valoriza, não tem prazer em praticar ou não pode incluir atividades físicas promotoras de saúde em seu cotidiano, seja no lazer, no deslocamento diário ou mesmo em tarefas domésticas. Esta talvez seja a questão mais relevante na pesquisa em atividade física e saúde nos últimos anos: como conscientizar, motivar e criar oportunidades para a mudança de comportamento em relação à atividade física habitual?
Espera-se que este livro possa contribuir para a informação geral e a formação de novos profissionais, visando atender à crescente demanda por programas de atividade física, voltados à promoção da saúde e bem-estar de todas as pessoas. 
Nesta sétima edição, procurou-se atualizar conceitos e dados apresentados nas edições anteriores, acrescentando novas evidências e aprofundando conteúdos considerados relevantes pelos próprios leitores das edições anteriores. Neste aspecto, muito tem contribuído meus ex-alunos e colegas, com críticas e sugestões que procurei considerar, sempre que possível.
Markus Vinicius Nahas